Só é vencido quem desiste de lutar

12
Jun 10

Saúdo todas e todos os Arganilenses, sendo uma honra poder dirigir-me a todos vós, na qualidade de Vereador do Partido Socialista na Câmara Municipal de Arganil.

Assumir funções na Oposição, respondendo à vontade do eleitorado, é também uma forma de servir com elevação o nosso Concelho, pelo que quero exercer este Mandato com dedicação, empenho e sobretudo com elevado sentido de responsabilidade, adoptando uma postura de oposição construtiva, contribuindo deste modo para o engrandecimento de Arganil e para a melhoria da qualidade de vida dos nossos concidadãos.

A formalização de propostas de trabalho e ideias de projectos que possam, de modo mais eficaz, contribuir para a resolução de alguns dos problemas que afectam o Concelho, a apresentação de alternativas a iniciativas que não se enquadrem na nossa perspectiva de desenvolvimento para Arganil e o acompanhamento e fiscalização da actividade Municipal são os princípios-base da minha intervenção no Executivo.

Tem sido esta a característica principal deste início do meu mandato de Vereador. Mantendo-me fiel ao programa eleitoral com que nos apresentámos nas últimas eleições autárquicas, já tive oportunidade de apresentar várias propostas, das quais destaco, entre outras:

- a criação do Plano de Apoio às Famílias e às Empresas, que prevê benefícios específicos para quem se encontra em situação mais vulnerável;

- a redução das taxas do IMI no Concelho;

- a implementação de uma Ciclovia no Vale do Alva, entre Côja e o Sarzedo;

- a criação de uma Pousada de Juventude;

- a implementação de uma Bolsa para jovens estudantes do Ensino Superior;

O voto de rejeição à proposta das GOP e Orçamento para 2010, apresentado pelo PS, justifica-se com o facto de considerarmos que o mesmo é “virtual”, já que tem inscritas muitas das intervenções efectuadas em período pré-eleitoral, para além da previsão de receitas estar sobrevalorizada. Também consideramos que as pessoas e os seus problemas deveriam merecer outra preocupação, para mais quando se assinala o “Ano Europeu do Combate à Pobreza e à Exclusão Social”.

Contudo, o facto mais notório deste início de mandato foi a constatação de que o Município apresenta uma situação financeira muito preocupante, com um passivo que cresceu 28% nos últimos 4 anos e que levou à necessidade de ser contraído um novo empréstimo para fazer face ao passivo de curto prazo que ascende a mais de 4 milhões de euros.

Por este motivo, entendo que devem ser repensados os grandes investimentos previstos para 2010, nomeadamente a requalificação da antiga Cerâmica Arganilense, É essencial garantir o seu financiamento e a sua sustentabilidade, de modo a que a sua concretização não venha futuramente a criar problemas adicionais à situação financeira do Município.

O respeito que me merecem todos os cidadãos deste Concelho, obriga-me a manter esta atitude construtiva e pró-activa, para o que é fundamental continuar a protagonizar um trabalho de proximidade com todos, já que os superiores interesses de Arganil e dos Arganilenses serão sempre colocados no topo das nossas prioridades.

 

* Texto publicado no Boletim Municipal de Arganil (elaborado em Fevereiro de 2010)

 

publicado por miguelventura às 12:05
 O que é? |  O que é? | favorito

Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

subscrever feeds
Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO