Só é vencido quem desiste de lutar

02
Dez 09

 

 

Em reunião do Executivo realizada esta manhã, votei contra a proposta de Grandes Opções do Plano apresentada pelo Executivo PSD para 2010, por considerar que a mesma está aquém das expectativas criadas, constituindo-se como uma proposta desfasada da realidade. É um orçamento desvirtuado, um orçamento de ficção.  

Uma parte significativa das intervenções previstas já estão concretizadas no terreno, prevendo-se apenas o seu pagamento, Como por exemplo a requalificação da rede viária em período pré-eleitoral, enquanto outras se encontram há demasiado tempo inscritas neste plano, não havendo a garantia que é desta que são executadas. Este é um orçamento que se suporta em receitas virtuais, empoladas e acima do efectivo encaixe financeiro.

A escassez de apoio na área social, nomeadamente às IPSS’s do Concelho, o esquecimento do investimento no Ensino Profissional, o desinvestimento na área do saneamento básico, a escassez de meios aplicados ao nível do turismo, com excepção para iniciativas de animação e a baixa dotação para a recuperação do Teatro Alves Coelho, são apenas alguns dos aspectos que estão na base da posição que assumi.

Manifestei-me contra o facto da Oposição não ter sido chamada a colaborar na elaboração destes importantes documentos, tendo proposto que a partir do próximo ano seja implementado o Orçamento Participativo, sendo esta uma forma de aproximar e responsabilizar os cidadãos na definição das prioridades locais, já que a democracia não se esgota no voto dos eleitores.

Propus ainda a criação de uma Bolsa de Apoio aos Estudantes mais carenciados do Concelho de Arganil que frequentam o Ensino Superior, no sentido de dar condições para que os jovens se qualifiquem, assim como o reforço do investimento na requalificação dos parques industriais existentes, respondendo aos anseios dos empresários, já que as condições destas estruturas não são condicentes com o prestigio das industrias aí instaladas.

No âmbito do Turismo, lancei a ideia de definição de um corredor para a construção de uma ciclovia junto ao Rio Alva, ligando Barril do Alva, Côja, Arganil e Sarzedo, assim como incentivou a um maior investimento na valorização do Vale do Alva.

Não deixei contudo de saudar a implementação da Agenda 21 Local no Concelho e a disponibilização de apoio às Micro e Pequenas Empresas através do Programa Finicia, reivindicações que, aliás, já tinham sido apresentadas pelo PS no anterior Mandato Municipal.

É com esta postura de Oposição responsável e construtiva que pretendo desempenhar o mandato autárquico, no sentido de dar o contributo para o progresso do Concelho e para o aumento do bem-estar dos Arganilenses.

 

publicado por miguelventura às 22:14
 O que é? |  O que é? | favorito

Cordiais saudações caríssimo Dr.Pois, políticos novos há muitos mas com visão de futuro, apego à sua terra e suas gentes esses, são muito poucos e nem todos bons. Continue porque Arganil precisa de homens assim! Parabens (atrasados) pelo seu aniversário.
João Silva
Anónimo a 6 de Dezembro de 2009 às 12:53

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO