Só é vencido quem desiste de lutar

06
Dez 09

 
Não estaremos muito longe da verdade ao assumir que somente muito poucos Arganilenses não sentem nostalgia dos tempos em que Arganil andava nas “bocas do mundo” por ser palco das melhores classificativas do Mundial de Ralis ou por aqui se terem organizado excelentes provas do Mundial e Europeu de Motocross. Também por este motivo todos sentimos orgulho de ser Arganilenses.
Com a realização destes e outros eventos, ficou provado que a nossa Região dispõe de um elevado potencial para a prática destas actividades. Para o Concelho de Arganil, este é um recurso deveras importante pelo carácter distintivo e pelas vantagens comparativas que apresenta em relação a outros Territórios. 
Os tempos mudaram e para que Arganil possa voltar a ocupar o lugar que adquiriu por direito próprio, é fundamental que sejam criadas estruturas modernas, onde sejam disponibilizadas condições que respondam às actuais exigências, impostas pelo elevado grau de competitividade associado ao desporto motorizado.  
É neste contexto que faz sentido pensar-se seriamente na implementação de um Parque Temático de Desportos Motorizados em Arganil, dotado de pistas para a prática de provas automobilísticas e de motos, complementadas com estruturas de apoio de qualidade, o qual se possa assumir como um “centro de estágios” para os praticantes destas modalidades.
Este poderá, e deverá, apresentar-se como um equipamento capaz de receber outras iniciativas ligadas ao mundo motorizado, como sejam os incentivos para empresas, onde a apresentação de novos produtos e a realização de testes e ensaios de novos modelos, é um nicho de mercado a explorar e a dinamizar.
Por outro lado, no pressuposto de que é fundamental que as gerações vindouras possam ter conhecimento e contacto com o que foi a “época de ouro” do desporto motorizado em Arganil, não seria descabido equacionar a possibilidade de criação do Museu do Desporto Motorizado, constituindo-se este como mais um motivo de atracção e distinção desta vasta estrutura. 
O que agora propomos é tão só o desenvolvimento de um “cluster” local ligado a esta actividade.
No entanto, a sua concretização apenas será viável se em torno desta ideia for possível criar uma vasta parceria, público-privada, na qual participem activamente a Autarquia, os agentes associativos e económicos locais, as Federações de Automobilismo e de Motoclicismo, entre outros Organismos que disponibilizarão valor acrescentado ao mesmo, demonstrando que a oportunidade e interesse do mesmo é alvo de um amplo consenso dos agentes locais e regionais.
publicado por miguelventura às 23:10
 O que é? |  O que é? | favorito

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO