Só é vencido quem desiste de lutar

24
Jun 11

 

Em boa hora o Secretariado Nacional da União das Misericórdias Portuguesas decidiu realizar em Arganil a Sessão de Encerramento do seu X Congresso Nacional, o qual se constituiu como um dos mais significativos eventos que o nosso Concelho acolheu nos últimos anos, como comprova a distinção que o mesmo mereceu com a presença de Sua Excelência o Senhor Presidente da Republica, Prof. Cavaco Silva.

Esta decisão decorre do reconhecimento do trabalho, respeito e elevada consideração que a Santa Casa da Misericórdia de Arganil granjeou junto das suas congéneres do País, estando por isso de parabéns o seu Provedor, Comendador José Dias Coimbra, que teve a astúcia e a coragem de assumir esta responsabilidade e de organizar com extrema qualidade esta sessão de encerramento, demonstrando que Arganil e os Arganilenses têm uma capacidade empreendedora e organizativa de excelência.

Mas a participação nestas Cerimónias trouxe-nos à memória outras recordações. Ao assistirmos à sessão solene em que foram agraciados pelo seu trabalho vários Provedores e Entidades que ao longo dos anos se têm dedicado à causa da solidariedade social e da promoção do bem comum, não foi sem alguma emoção que nos ocorreu toda a acção concretizada por um Homem de grande valor, com carisma e visão de futuro e com um raro sentimento solidário para com o seu semelhante, nomeadamente os que mais necessitam e estão em situação de maior vulnerabilidade.

Estamos a falar de José Domingos de Ascensão Cabeças, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Góis, até Fevereiro último.

Depois de em 1989 ter liderado um grupo de pessoas que reactivou a Santa Casa da Misericórdia de Góis, até à data desactivada, manteve-se como Provedor da sua Mesa Administrativa durante 22 anos, período em que deixou uma marca significativa na prática da acção social no Concelho de Góis, a qual jamais poderá ser esquecida. 

A criação dos Centros de Dia da Cabreira e de Vila Nova do Ceira; a construção do Lar de Vila Nova do Ceira; a implementação e qualificação dos Serviços de Apoio Domiciliário; o Projecto-Piloto de Luta contra a Pobreza no concelho de Góis, a abertura do Centro Municipal de Saúde e Acção Social de Góis, em 1996, que na época se apresentou como um embrião do que hoje se designa como Cuidados Continuados de Saúde; a criação de ATL’s e serviço de refeições quentes às crianças; o reforço dos recursos disponíveis no PDIAS de Góis que permitiu resolver inúmeros problemas sociais com celeridade e eficácia; a dinamização da Rede Social Concelhia como veículo de concertação da intervenção social a nível local; entre outros, apresentam-se como exemplos das inúmeras actividades promovidas por José Cabeças não apenas na sua qualidade de Provedor mas também enquanto Presidente da Câmara Municipal de Góis, que colocou as pessoas no centro das preocupações do Município ou como Presidente da ADIBER.

Tal como a União das Misericórdias o fez no passado sábado, também para nós o sentimento da gratidão e do reconhecimento está sempre presente, porque não podemos, não devemos, deixar entrar no esquecimento quem ao longo dos anos desempenhou um trabalho meritório, que ainda hoje faz escola, e se deve constituir como factor motivador e incentivador para quem tem responsabilidades de dar sequência a toda a sua acção.

Ao Dr. José Cabeças fica a nossa singela mas sentida Homenagem, com a convicção de que será sempre um Amigo e uma referência, o que nos compromete ainda mais a dar o nosso melhor para dignificar e engrandecer o honroso legado que nos transmitiu.

publicado por miguelventura às 13:53
 O que é? |  O que é? | favorito

Junho 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
25

26
27
28
29
30


Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO