Só é vencido quem desiste de lutar

17
Jun 14

Começa a ser lugar comum afirmar que as regiões do Interior não devem ser encaradas como focos de problemas mas sim como espaços de oportunidades.

Esta constatação tem de ser comprovada com factos concretos, que evidenciem a necessidade de politicas publicas que apostem no aproveitamento das vantagens comparativas destes Territórios, através da inovação e o conhecimento, reforçando a sua capacidade de atracção e fixação de jovens talentos, em resposta ao definido pela agenda Europa 2020 que preconiza um crescimento inteligente, sustentado e inclusivo.

O recente Concurso Intermunicipal de Ideias de Negócio dinamizado pela CIM Região de Coimbra, veio confirmar e demonstrar que a Beira Serra está no bom caminho e é actualmente um exemplo de excelência na promoção do empreendedorismo jovem e no apoio à concretização das suas propostas.

Não é obra do acaso o facto de projectos idealizados por jovens desta Região terem conquistado o primeiro prémio pelo 3º ano consecutivo, estando de parabéns a EPTOLIVA (2012 e 2014) e a Escola Secundária de Tábua (2013) pelos resultados alcançados e, sobretudo, os seus autores, cujas competências e espírito criativo constituem uma esperança renovada para a Beira Serra.

Com efeito, a parceria instalada e os investimentos que corajosamente têm sido assumidos e realizados pelos actores locais que acreditam que este é o caminho, está a dar resultados concretos na afirmação de um território que se quer vivo, criativo e empreendedor.

Hoje a Região congrega no seu seio um conjunto de Entidades que estão disponíveis para definir e implementar uma estratégia comum, implementada de forma articulada e complementar, gerando as sinergias e a escala necessária que visa a sua consolidação como um espaço de prosperidade e de modernidade.

A ESTGOH, a Plataforma BLC3 e o seu Centro de Investigação, a EPTOLIVA, os Agrupamentos de Escolas, as Autarquias, o IEFP, as ADL’s, de que destaco a ADIBER, e outros parceiros, têm concretizado uma parceria virtuosa, assente na valorização do potencial endógeno instalado, transformando-o em valor acrescentado e riqueza para esta Região, que assim vê aumentar a sua competitividade económica e social.

O reconhecimento obtido nestes Concursos, que orgulha e honra todos quantos estão envolvidos nos respectivos projectos, constitui uma enorme responsabilidade, mas deve ser, principalmente, encarado como um incentivo e uma motivação adicional para o longo caminho que, colectivamente, ainda tem de ser percorrido para alcançar o nível de desenvolvimento que as populações da Beira Serra desejam e anseiam.

 

Publicado no Diário de Coimbra em 17.06.2014

publicado por miguelventura às 20:00
 O que é? |  O que é? | favorito

Junho 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO