Só é vencido quem desiste de lutar

08
Set 15

A realização de mais uma Feira do Mont’Alto em Arganil, é também um momento de (re)encontro e de renovação e aprofundamento das cumplicidades geradas pelos Arganilenses ao longo de muitos anos das suas mais diversas vivências nesta vila e Concelho.

Numa época em que o egoísmo e o individualismo se sobrepõe aos interesses comuns, importa preservar estas experiências de vida, enquanto elementos que fazem parte da nossa história individual e colectiva e que contribuem para a construção de uma comunidade alicerçada em valores como a lealdade, a amizade, a solidariedade e no pleno respeito pela diversidade de opiniões.

É por certo esta a motivação que está na base da organização dos mais variados e calorosos convívios que se realizam por estes dias em Arganil e que são momentos de exaltação e afirmação do sentimento de estima e afectividade que une quantos neles participam, fortalecendo a própria identidade local.

Estas são iniciativas informais profundamente marcadas pelo respeito pela história, empenho e dedicação daqueles que ao longo dos anos foram capazes de construir o caminho trilhado, e que nos permitem ser o que somos hoje, independentemente de se concordar ou não com algumas das opções tomadas em determinadas circunstâncias.

Não é possível idealizar um futuro de progresso e de desenvolvimento, se o mesmo não for consequência de uma reflexão séria sobre o passado, ou seja, capaz de reforçar e consolidar os factores positivos e de corrigir a trajectória quando a mesma se afasta dos objectivos delineados.

Só um verdadeiro e genuíno espirito de colaboração e cooperação entre as pessoas permitirá que tal suceda e facilite ultrapassar as dificuldades que no dia-a-dia se apresentam como obstáculos à edificação de uma sociedade mais justa, em que as expectativas dos seus cidadãos possam ser efectivamente satisfeitas, conferindo-lhes um melhor nível de vida.

Quando os ganhos de escala, de dimensão e de representatividade enchem e lustram os discursos, a prática tem de lhes corresponder sob pena de não passarem disso mesmo, palavras vãs que não produzem qualquer efeito, a não ser o de descredibilizar quem as profere. E infelizmente são tantos os exemplos desta realidade.

Sendo a Feira do Mont’Alto a oportunidade por excelência de exaltação dos sentimentos que aproximam os Arganilenses ao seu Concelho, que seja igualmente um espaço onde se cumpra esse nobre desígnio de promover a união de todos quantos estão imbuídos da mesma vontade e querer em fazer mais e melhor pela sua terra, contrariando as vinganças e os ódios mesquinhos e sem sentido, que alguns, por não terem beneficiado dessas estimulantes vivências, teimam em alimentar.

 

Publicado no Diário de Coimbra em 08.09.2015

publicado por miguelventura às 20:00
 O que é? |  O que é? | favorito

Setembro 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
23
24
25
26

27
28
29
30


Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO