Só é vencido quem desiste de lutar

07
Out 14

Foi recentemente concluído o Contrato Local de Desenvolvimento Social de Góis, que esteve em execução nos últimos 3 anos.

Foi um estimulante e gratificante desafio, o de implementar um instrumento de politica social que, sendo contrário a uma lógica meramente assistencialista, assenta a sua filosofia numa atitude de partilha e envolvimento das populações nas dinâmicas locais, facilitadoras do combate à pobreza e à exclusão, não apenas no aspecto económico, mas sim pela integração plena dos cidadãos na Sociedade e de redução das desigualdades.

Hoje, fruto das mais-valias decorrentes deste Projecto, podemos concluir que os níveis de inclusão e de coesão social foram significativamente melhorados neste Território, que apesar do envelhecimento da população e do despovoamento que o caracteriza luta incessantemente para alterar este cenário, tornando-o mais atractivo e competitivo.

Tal como anteriormente foi experimentado com o Programa Progride, o CLDS representa uma abordagem e uma atitude diferenciadora que devem ser reconhecidas no âmbito da concepção de uma nova geração de politicas sociais de proximidade, multi-sectoriais, integradas e complementares entre si, que estão mais vocacionadas para a qualificação e o emprego e para a capacitação da comunidade e das Instituições na identificação de respostas para os seus problemas.

Exemplos como o da Academia Sénior de Artes e Saberes de Góis que beneficiou directamente mais de uma centena de pessoas, ficam como uma marca indelével da intervenção deste Projecto, pela abertura conquistada e pela predisposição dos formandos em participarem e se envolverem mais activamente na vida da comunidade local, colocando ao serviço do colectivo as novas competências conquistadas, fazendo-os sentir mais úteis ao fomentarem uma nova dinâmica a nível local.

Há, pois, que criar condições para dar continuidade a este importante trabalho de reforço da auto-estima das populações e de promoção da inclusão, estimulando a existência de espaços de transmissão de saberes e de qualificação de activos, que garantam a revitalização de actividades assentes no potencial endógeno e distintivo dos territórios, no quadro de uma estratégia integrada que dê origem a novos negócios de base local, criando emprego e gerando riqueza.

Está assim criada a expectativa e a esperança de que no âmbito da Estratégia Portugal 2020, sejam disponibilizados os meios necessários para aprofundar esta acção, reduzindo as assimetrias económicas e sociais face a regiões mais desenvolvidas.

 

Publicado no Diário de Coimbra em 07.10.2014

publicado por miguelventura às 20:00
 O que é? |  O que é? | favorito

Outubro 2014
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


Acessos

mais sobre mim
pesquisar
 
blogs SAPO